Merchandising é o novo aluguel

Tendo em vista que o aluguel complementar já não tem o mesmo peso nas receitas de locação, os shoppings optaram por arrecadar mais vendendo espaços de merchandising aos lojistas e a outros interessados.

Muito empresários reclamam da venda casada de propaganda nas negociações, e fica explicado porquê algumas promoções esquisitas aparecem nos shoppings a miúde, que muitas vezes prejudicam seus lojistas estabelecidos. Como por exemplo, aqueles festivais de Food Truck que alguns shoppings fazem em detrimento das suas praças de alimentação, que pagam altos custos de ocupação.

Enquanto a receita de aluguel complementar não passa de 3% da receita bruta de aluguel, o merchandising representa 7,5%, segundo balanço da Multiplan, por exemplo.

Posts Em Destaque
Posts Recentes