Varejo perdeu 19,3 mil lojas em 2017

Pequeno avanço das vendas não foi suficiente para reverter fechamento de lojas em 2017. Entretanto, o saldo negativo no número de lojas no ano passado foi 82% menor do que em 2016. Ainda longe de reverter as 226,5 mil lojas eliminadas durante a crise, a CNC projeta abertura líquida de 20,7 mil novos estabelecimentos comerciais ao fim de 2018. Pelo terceiro ano consecutivo, o número de lojas com vínculos empregatícios registrou retração no varejo brasileiro.

No ano passado, o saldo entre aberturas e fechamentos de estabelecimentos comerciais ficou negativo em 19,3 mil unidades. Apesar da sequência negativa, o encerramento de estabelecimentos comerciais foi 82% menor do que em 2016, quando o setor eliminou 105,3 mil pontos de venda.

A crise no varejo brasileiro teve início em 2014. Naquele ano, as vendas encolheram 1,7% em relação a 2013, de acordo com a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE. Nos dois anos seguintes, o quadro se agravou, com o comércio apurando perdas reais de faturamento de 8,6% e 8,7%, respectivamente. Desse modo, entre 2014 e 2016, o volume de vendas do varejo acumulou retração de 20% em termos de volumes de vendas.

Fonte: CNC

Posts Em Destaque
Posts Recentes