Descapitalizados

Nada de desconto, ou o mínimo de desconto possível. Esta é a regra básica que norteia as negociações dos shoppings com seus lojistas em dificuldade. Esta regra, adotada desde o início da crise, quando ficou claro o descompasso entre receita e custo de ocupação das lojas, vem descapitalizando os lojistas nos últimos anos.

Resultado? O mercado está sabendo que shopping é dureza e que a chance de ganhar dinheiro pode não ser muito maior do que a oportunidade de perder muito dinheiro. Por isso os shoppings estão encontrando sérias dificuldades em relocar as lojas desocupadas. Até porque, em vista das dificuldades em geral, os lojistas perderam o medo de falar uns com os outros. Já não funcionam mais aquelas histórias muito ouvidas por todos que buscavam descontos junto aos gerentes de shoppings: “só tu que tá reclamando, teu vizinho tá super bem“, “ninguém até hoje veio reclamar, só tu", "o problema é só com a tua operação", e por aí vai.

Todo mundo já sabe que a conta não fecha, mas ainda tem muitos incautos por aí, prontos para serem iludidos pelas promessas dos vendedores de lojas de shoppings. Muita calma nesta hora.

Posts Em Destaque
Posts Recentes