Fundos imobiliários de shopping centers reúnem patrimônio de R$ 8,1 bi na bolsa

Os fundos que investem em shopping centers representam hoje a segunda maior categoria entre os fundos imobiliários do mercado em termos de patrimônio líquido, tanto na bolsa quanto fora dela. É o que mostra estudo feito pela consultoria Uqbar, especialista em recebíveis. O patrimônio consolidado de todos os fundos de shopping centers atingiu R$ 11,16 bilhões em abril de 2017, enquanto o consolidado dos fundos imobiliários listados em bolsa soma R$ 8,13 bilhões. Por meio desses fundos, os investidores podem comprar na bolsa participação nesses empreendimentos.

Mais de um milhão de metros quadrados

A análise desses fundos mostra que, embora concentrados no eixo Rio-São Paulo, eles investem em locais tão distantes quanto Belém do Pará e somam, em termos de área construída consolidada, pelo menos 1 milhão de metros quadrados. Os fundos de shopping centers são um dos assuntos do workshop que a Uqbar realizará um workshop sobre fundos imobiliários no próximo dia 21 de junho, em São Paulo, aproveitando as melhores condições para esse tipo de investimento após a redução dos juros de 4 pontos percentuais e os sinais de reaquecimento da economia.

Vacância de até 39,4%

Além disso, segundo os dados apresentados pelos administradores dos fundos no Informe Trimestral de março de 2017, os FII de shoppings negociados na bolsa B3 apresentam índice de vacância que varia de 1,0%, no caso do Shopping Eldorado, detido pelo FII Eldorado (ELDO11B), até 39,4%, no caso do Shopping Taboão Plaza Outlet, que compõe a carteira do FII Vida Nova (FIVN11).

Por sua vez, o já citado Parque Dom Pedro Shopping é o centro de compras de menor inadimplência, 0,9%, enquanto o Shopping Taboão Plaza Outlet é também aquele de maior, 45,0%.

Fonte: SBVC.

Posts Em Destaque
Posts Recentes